A Hyundai anunciou seu projeto de carro voador, batizado de S-a1, que comporta 4 passageiros e um piloto.

No primeiro dia da Consumer Eletrics Show ou CES 2020, a maior feira de inovação, mobilidade, tecnologia e tendências do mundo, realizada em Las Vegas, EUA, a Hyundai anunciou seu projeto de carro voador, batizado de S-a1, que comporta 4 passageiros e um piloto.

A Uber e Hyundai anunciam parceria para modelo de táxi aéreo e compartilhamento de passageiros.

A ideia é integrar os veículos aéreos à cidade através de um sistema de “helipontos”, chamados de “hubs”, que por sua vez estariam conectados a carros autônomos.

Mas as novidades não pararam por aí: Uber e Hyundai anunciaram uma nova parceria para o desenvolvimento do Uber Air Taxis – projeto de táxis voadores – projeto que consiste em estabelecer uma futura rede de compartilhamento de viagens aéreas

A Hyundai apresenta carro voador na maior feira de tecnologia do mundo.

Conceito da Hyundai inclui carros voadores, estações de embarque e desembarque e integração a veículos autônomos.

Como resultado, o modelo S-A1 da Hyundai apresentado na CES reflete os projetos anteriores do eVTOL que o Uber Elevate lançou das seguintes maneiras:

• Ele foi projetado para uma velocidade de navegação de até 180 milhas/h (290 km/h), uma altitude de navegação de 1.000-2.000 pés (300 a 600 metros) acima do solo e para viagens de até 60 milhas (100 km).

• O veículo Hyundai será 100% elétrico, utilizando propulsão elétrica distribuída e, durante os horários de pico, será necessário cerca de cinco a sete minutos para recarregar.

• A aeronave elétrica da Hyundai utiliza propulsão elétrica distribuída, alimentando vários rotores e hélices em torno da estrutura da aeronave para aumentar a segurança, diminuindo qualquer ponto único de falha. Ter vários rotores menores também reduz o ruído em relação aos grandes helicópteros de rotor com motores de combustão, o que é muito importante para as cidades.

• O modelo foi projetado para decolar verticalmente, fazer a transição de asas em navegação e depois voltar ao voo vertical para aterrissar. • Os veículos Hyundai serão pilotados inicialmente, mas com o tempo eles se tornarão autônomos.

• A cabine é projetada com quatro assentos de passageiros, permitindo que embarquem/desembarquem facilmente e evitem o temido assento do meio com espaço suficiente para uma mala pessoal ou mochila por passageiro.

Via: Hyundai Brasil

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.